Tipos de variantes linguísticas e suas características (com exemplos) (2023)

O variantes linguísticas eles são definidos como o conjunto de diferentes modos de fala. Essas variantes aparecem em virtude da situação social e cultural dos falantes e de cada momento histórico. Do mesmo modo, dependem do lugar onde estão ou da situação comunicativa particular em que estão imersos.

Em geral, o termo se aplica a qualquer forma distinta de uma linguagem ou expressão linguística. Os linguistas geralmente usam-no para cobrir uma ampla gama de subcategorias sobrepostas de uma linguagem, incluindo dialetos, registros, jargões e idioletos. Essas variantes se desviam do que é considerado o padrão de idioma padrão.

Tipos de variantes linguísticas e suas características (com exemplos) (1)

No entanto, o fato de as línguas estarem em constante desenvolvimento faz com que o termo "padrão de linguagem padrão" gere controvérsias. Alguns concordam que aqueles que seguem essa regra são usuários instruídos. Outros o usam para se referir a um determinado dialeto geográfico ou a um favorecido pelo mais poderoso e prestigiado grupo social.

No caso particular da Itália, o que é considerado italiano padrão deriva do toscano do século XIII, ou florentino, especificamente. Após séculos de disputas entre linguistas, vários fatores foram levados em conta. Entre eles, o prestígio econômico e cultural de Florença e as obras dos grandes escritores da época desempenharam um papel crucial.

Por outro lado, existem várias razões pelas quais as variantes linguísticas são desenvolvidas. Eles podem surgir porque seus usuários habitam diferentes áreas geográficas (compare os franceses da França e os franceses da Guiana Francesa). Além disso, certos grupos tendem a adotar um modo particular de comunicação (linguagem jurídica, por exemplo).

Índice

(Video) Variação Linguística [Prof Noslen]

  • 1 Tipos de variantes linguísticas e suas características
    • 1.1 Variantes diatópicas ou geográficas
    • 1.2 Termos diferentes com significados semelhantes
    • 1.3 Termos similares com significados diferentes
    • 1.4 Dialetos
    • 1.5 Variantes históricas ou diacrônicas
    • 1.6 Variantes sociais ou diastráticas
    • 1.7 Vulgarismos Comuns
    • 1.8 Variantes situacionais ou diafásicas
  • 2 referências

Tipos de variantes linguísticas e suas características

Variantes diatópicas ou geográficas

São as variantes linguísticas que estão relacionadas às diferenças geográficas dos falantes. Isso consiste em variações no modo de falar de pessoas que têm a mesma língua, mas ocupam diferentes espaços geográficos. Essa diferença é mais pronunciada quanto mais longe uma da outra.

Por outro lado, as variantes diatópicas garantem a localização e identificação do falante com uma comunidade lingüística específica e região geográfica e geopolítica. Ou seja, o uso desse tipo de variantes pode indicar ao receptor que o remetente é proveniente da mesma região, nação ou comunidade lingüística.

Termos diferentes com significados semelhantes

O mesmo objeto ou situação pode ser denominado diferentemente por diferentes grupos lingüísticos, mesmo quando eles falam a mesma língua. Essas variantes linguísticas são conhecidas como diatópicas.

Assim, por exemplo, a roupa esportiva que cobre apenas o tronco e que geralmente não tem pescoço é chamada T-shirt no Chile, flanela na Venezuela, camiseta na República Dominicana e t-shirt Na Argentina.

Além disso, a palavra usada para descrever um recém-nascido ou uma criança muito jovem é "" baby "no México e" guagua "no Chile. É também o caso da roupa para nadar ou ir à praia: maiô na Espanha, traje de banho no Chile e Malha Na Argentina.

Termos similares com significados diferentes

Freqüentemente, o caso é apresentado em que a mesma palavra - ou palavras similares - tem significado diferente em diferentes áreas geográficas. A palavra guagua serve para ilustrar esse fenômeno. Isso significa "bebê" no Chile e "ônibus urbano" em Cuba e nas Ilhas Canárias.

Nesse sentido, você pode encontrar exemplos com palavras que têm uma conotação sexual nas diferentes regiões que falam a mesma língua. Este fenômeno pode ser observado com o termo pegar. Tanto em Cuba quanto na Espanha, significa tomar, mas em alguns países da América Latina é uma palavra restrita por sua conotação sexual.

(Video) ✴️ VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - Você vai APRENDER I Português On-line

Dialetos

A palavra dialeto deriva das palavras gregas dia (através, entre) e Legein (fala) Um dialeto é uma variedade regional ou social de uma língua que se distingue pela pronúncia, gramática e / ou vocabulário.

Geralmente, essas são variantes lingüísticas que ocorrem entre falantes da mesma nação. Eles constituem uma estrutura formal que inclui significados e até mesmo pronúncia e entonação ao falar. Todos os falantes de um dialeto particular assumem essa estrutura completamente e isso os diferencia de outras regiões.

Agora, os dialetos subsistem em paralelo com a linguagem da qual eles vêm. Em muitos casos, eles até dominam uma região geográfica acima da língua oficial do país.

Um exemplo desses dialetos são os diferentes tipos de espanhol falado na Espanha. Além das Espanhol oficiais são claramente reconhecível e canário distinguíveis, aragonês, Galego e Madrid. Da mesma forma, existem diferenças com o espanhol falado na América do Sul ou na América Central.

Variantes históricas ou diacrônicas

As variantes históricas ou diacrônicas são apresentadas na linguagem ao longo de seu desenvolvimento ao longo do tempo. Eles podem estar ativos durante um determinado momento e depois desaparecer.

Um exemplo disso é o uso do verbo ser com particípios de verbos intransitivos no espanhol medieval: Valência foi cercada (compare espanhol moderno: Valência foi cercada).

Em alguns casos, essas alterações não ocorrem naturalmente. Por exemplo, Academie Française, o órgão dirigente do francês votou para fazer algumas mudanças na língua oficial em 1990. Estes seriam opcionais e aceitável enquanto as velhas formas.

(Video) VARIAÇÃO LINGUÍSTICA: histórica, regional, social e estilística || Aula de Português

Entre as mudanças, há a eliminação do acento circunflexo (marca de pontuação que parece um pequeno chapéu ou um triângulo: ^). Este aparece no "i" ou "u" em milhares de palavras em francês notar que uma carta que uma vez estava no chão foi removido, mas para lembrar o alto-falante para pronunciá-lo corretamente.

Além disso, outras mudanças foram anunciadas em cerca de 2.400 palavras para simplificar sua ortografia. Por exemplo, oignon (cebola) perde o "i", tornando-se ognon.

removendo os scripts são também propostos em palavras como milhar-Patte, le fim de semana e porte-monnaie (centopeias, fim de semana e saco, respectivamente).

Variantes sociais ou diastráticas

As variantes diastráticas são aquelas variantes linguísticas relacionadas às diferentes classes sociais nas quais os indivíduos se desenvolvem. Assim, a proficiência linguística do sujeito é diferente, dependendo do nível de ensino a que tiveram acesso.

Em geral, três níveis são reconhecidos: culto, nível familiar ou coloquial e vulgar. Em relação ao nível de culto, seus falantes usam uma forma elaborada e elegante de expressão. Além disso, selecionam e combinam sinais lingüísticos com especial cuidado, buscando a originalidade e evitando frases estereotipadas.

Em relação às variáveis ​​lingüísticas de nível familiar ou coloquial, elas estão presentes em qualquer palestrante, independentemente de seu nível cultural. Suas características são típicas da linguagem familiar. Caracteriza-se pelo uso freqüente de interrogatórios, exclamações e frases feitas e frases proverbiais.

Finalmente, com relação ao nível vulgar, os falantes usam um código restrito e deficiente. Eles cometem muitas imprecisões, conhecidas como vulgarismos, dependendo do nível de familiaridade que têm com a linguagem escrita.

(Video) VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS - DIACRÔNICA, DIATÓPICA, DIAMÉSICA E DIASTRÁTICA.

Vulgarismos comuns

Entre as expressões consideradas vulgarismos comuns estão a incorrecão fônica. Por exemplo, em algumas variantes lingüísticas do espanhol, o lisp (pronunciando o som S com a língua na posição interdental) é considerado uma incorreção.

Além disso, é este grupo são metátese (posição muda fonemas: grabiel por Gabriel ou dentri fi c ou pasta de dentes), alterações acento (mestre pelo mestre ou subtil por Sutii) e alterações de fonemas (Agüelo, azaite, em vez midicina de avô, óleo e medicina, respectivamente).

Além disso, morfológicas são imprecisões do uso do sexo (o calor ou pinos), formas pronominais (por demen me dar) e distorções de formas verbais (ANDE por andou ou haiga por faia).

Da mesma forma, a incorrecção sintática é considerada vulgar. Entre eles, há concordâncias incorretas (as pessoas que somos ao invés de a gente é) e os usos sintáticos incorretos (para minha filha o Eu beijei o Io Eu dei cevada ao burro).

Variantes situacionais ou diafásicas

As variantes situacionais ou diafásicas dependem da intencionalidade do emissor e da natureza do receptor. Da mesma forma, essas variantes aparecem dependendo da situação comunicativa e do modo de expressão escolhido pelos falantes.

Assim, o modo de abordar diferentes temas dependerá do tipo de relacionamento que os interlocutores possuem. Além disso, a escolha da forma de expressão será diferente se for um tema comum e gestão pública (como tempo ou política) que é um tópico especial ou transcendental (terrorismo ou reencarnação).

Por outro lado, diferentes grupos sociais têm hábitos linguísticos diferenciados de acordo com modos sociais, comportamentos e usos. Mesmo os usuários de idiomas que trabalham na mesma profissão costumam usar o mesmo código. Esse tipo de linguagem usa subcódigos diferenciados e formas lexicais próprias e é conhecido como jargão.

(Video) TIPOS DE LINGUAGEM - Aula 1 - Profa. Pamba - Curso de Semântica

Referências

  1. Xunta de Galicia. Ministério da Educação e Planejamento Universitário. (s / f) A variação linguística. Retirado de edu.xunta.es.
  2. Mozas, A. B. (1992). Gramática prática Madri: EDAF.
  3. Exemplos.org. (s / f) Exemplos de variável diatópica. Extraído de ejemplo.org.
  4. Nordquist, R.(2017, 02 de maio). Variação Linguística. Extraído de thoughtco.com.
  5. Wotjak, G. (2006). As linguagens, janelas que dão ao mundo.
    Salamanca: Universidade de Salamanca.
  6. Edwards, C. (2017, fevereiro 03). 21 fatos levemente interessantes sobre a língua italiana. Retirado de thelocal.it.
  7. Willsher, K. (2016, 05 de fevereiro). Não o oignon: fúria como a França muda 2.000 ortografias e deixa cair alguns acentos. Extraído do theguardian.com.
  8. Santamaría Pérez, I. (s / f). A gíria e a gíria. Madri: Liceus. Serviços de Gestão e Comunicação.

FAQs

Quais são os 4 tipos de variação linguística exemplos? ›

Existem quatro tipos de variantes linguísticas: as variações diatópicas (geográficas), variações diacrônicas (históricas), variações diastráticas (grupos sociais), variações diafásicas (formal x informal).

Quais são os tipos de variações linguísticas e exemplos? ›

Tipos de variações linguísticas

Geográficas ou diatópicas: englobam o local em que ocorre a variação. Exemplos: inglês americano e britânico, português brasileiro e de Portugal. Históricas: englobam a transição do idioma com base no contexto histórico. Exemplos: português medieval e português atual.

Quais os tipos de variação linguísticas e suas principais características? ›

As variações linguísticas diferenciam-se em quatros grupos: sociais (diastráticas), regionais (diatópicas), históricas (diacrônicas) e estilísticas (diafásicas). Para aqueles que se preparam para o Enem, trata-se de um dos assuntos com maior incidência nas provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

É uma característica da variação estilística? ›

Variações estilísticas (diafásicas)

As variações estilísticas remetem ao contexto que exige a adaptação da fala ou ao estilo dela. Aqui entram as questões de linguagem formal e informal, adequação à norma-padrão ou despreocupação com seu uso.

Quais os tipos conhecidos de variação linguística? ›

  • Variação diatópica (variação regional)
  • Variação diastrática (variação social)
  • Variação diacrônica (variação histórica)
  • Variação diamésica.

O que é variação regional exemplos? ›

→ Variedade regional

São aquelas que demonstram a diferença entre as falas dos habitantes de diferentes regiões do país, diferentes estado e cidades. Por exemplo, os falantes do Estado de Minas Gerais possuem uma forma diferente em relação à fala dos falantes do Rio de Janeiro. E vão fazendo telhados.

O que é regionalismo Cite um exemplo? ›

O regionalismo é uma variação linguística ligada ao vocabulário que consiste na criação e no uso de palavras ou expressões típicas de determinada região. Como “macaxeira”, usada no Nordeste, que no Sudeste vira “mandioca” e, no Sul, “aipim”!

O que é uma linguagem formal e informal? ›

A linguagem formal, também chamada de "culta" está pautada no uso correto das normas gramaticais. Já a linguagem informal, ou coloquial, representa a linguagem cotidiana, ou seja, trata-se de uma linguagem espontânea, regionalista e despreocupada com as normas gramaticais.

O que é variação Diastrática exemplos? ›

Variações diastráticas

Como exemplo podemos citar a linguagem dos grupos de rap, dos surfistas, a linguagem da classe médica, e até mesmo a linguagem dos mais velhos e das crianças.

O que é variação linguística Sintatica? ›

Existe variação sintáctica quando varia a construção frásica ou a regência de um verbo ou a concordância, etc. Por exemplo, a construção estou a pensar é substituída no Brasil por estou pensando.

O que é variação Diafásica exemplos? ›

Variação estilística, diafásica ou situacional

Ela ocorre porque, em certas ocasiões, fala-se com registros mais formais e em outras utilizam-se informalidades. Por exemplo, quando estão em contato com amigos, as pessoas usam gírias, estrangeirismos e vícios de fala, como o famoso “tipo isso, tipo aquilo”.

O que é linguagem social exemplos? ›

São aquelas variações que ocorrem em virtude da convivência entre os grupos sociais. Como exemplo podemos citar a linguagem dos advogados, dos surfistas, da classe médica, entre outras.

É uma linguagem coloquial? ›

O que é linguagem coloquial? A linguagem coloquial, ou informal, é a variante linguística que usamos com mais frequência no nosso dia a dia. Ela é mais despojada e não se prende tanto à gramática.

Qual a definição dada para variação Diatopica e Diastratica? ›

Essas diferenças recebem o nome de dialetos e são referentes às regiões geográficas. Também envolve os sotaques e demais marcas orais de linguagem. A variação diastrática compreende as variações que acontecem devido a convivência entre os diversos grupos sociais. São exemplos as gírias, os jargões e os linguajares.

O que é uma variação social? ›

Assim sendo, variação social são variações que ocorrem de acordo com os hábitos e cultura de diferentes grupos sociais. Este tipo de variação ocorre porque diferentes grupos sociais possuem diferentes conhecimentos, modos de atuação e sistemas de comunicação.

O que é semântica e estilística? ›

A estilística sintática estuda o uso de recursos que exploram a disposição de elementos em um enunciado. A estilística semântica estuda o uso de recursos que exploram o significado das palavras.

O que é uma variação histórica? ›

As variações diacrônicas, também chamadas de variações históricas, são variações que ocorrem de acordo com as diferentes épocas vividas pelos falantes, sendo possível distinguir o português arcaico do português moderno, bem como diversas palavras que ficam em desuso.

O que é uma variação geográfica? ›

Variação geográfica (diatópica)

Trata-se da variação linguística relacionada à localização geográfica: diferentes cidades, estados ou regiões podem ter particularidades que vão desde o sotaque e o léxico às construções sintáticas.

O que é variação fonológica? ›

FONÉTICO/FONOLÓGICO: A fonética e a fonologia são responsáveis pelos sons da fala. Essa variação acontece com a troca de algumas vogais (e por i, o por u), consoantes por vogais (l por u), troca do fonema l por r, etc.

O que é um neologismo exemplos? ›

Atribuição de um novo significado a palavras que já existem na língua. Exemplos: quadrado, gato, laranja, mico, grampo, provedor, mala, ficar, barraco, bofe, zebra etc.

Quais são as principais características do regionalismo? ›

O regionalismo ocorre quando há um grupo particular de elementos linguísticos em uma localização geográfica delimitada. Geralmente, origina-se de fatores históricos da cultura regional, sendo o dialeto uma de suas principais formas de expressão.

Qual é a diferença entre regionalismo e dialeto? ›

O regionalismo pode ser entendido como formas de apreensão do conjunto de particularidades de determinada região geográfica, decorrentes dacultura existente ali e de fatores históricos que a originaram, sendo o dialeto uma de suas principais formas de expressão.

O que é o que é linguagem mista? ›

Dizemos que a linguagem é mista, quando há um uso simultâneo da linguagem verbal e da não verbal para a construção da mensagem. Conseguimos observar bem essa ocorrência quando lemos histórias em quadrinhos, por exemplo.

O que são textos verbais e não verbais? ›

Linguagem verbal: também chamada de linguagem verbalizada, é expressa por meio de palavras escritas ou faladas. Linguagem não verbal: utiliza signos visuais, como, por exemplo, os gestos, postura, ilustrações, placas, músicas.

O que é linguagem verbal? ›

A linguagem verbal é um uso da linguagem por meio de palavras escritas ou faladas. Um exemplo dela são as conversas do cotidiano, em que nos comunicamos oralmente em diversas situações.

É um exemplo de variação linguística Diatópica? ›

Exemplos de variações diatópicas

A abóbora que conhecemos no sudeste é chamada de jerimum no nordeste brasileiro pela influência indígena. Assim como a mandioca, que pode ser encontrada como aipim ou macaxeira, dependendo da região do país.

O que é uma variação sincrônica? ›

2.º - Variação sincrónica (do grego sy'n = simultaneidade): as variações num mesmo período de tempo.

O que é variação de idade? ›

podemos exemplificar imaginando uma situação hipotética : Uma turma tem 10 alunos e a professora pergunta a idade de cada um , essas idades variam de 10 à 12 anos , essa variação encontrada pela professora na idade dos alunos da turma chama-se variedade etária .

Como ocorre a variação gramatical? ›

A variação linguística é um fenômeno que acontece com a língua e pode ser compreendida por intermédio das variações históricas e regionais. Em um mesmo país, com um único idioma oficial, a língua pode sofrer diversas alterações feitas por seus falantes.

Quais são as 5 linguagem? ›

As cinco linguagens do amor são:
  • Palavras de afirmação.
  • Tempo de qualidade.
  • Toque físico.
  • Atos de serviço.
  • Presentes.
12 Jul 2022

Quais são os tipos de linguagem Cite exemplos? ›

Tipos de linguagem
  • Linguagem verbal. É aquela formada por palavras, seja na escrita ou na fala. ...
  • Linguagem não-verbal. É o tipo de linguagem que não contém palavras, mas possui recursos visuais. ...
  • Linguagem mista ou híbrida. ...
  • Função referencial. ...
  • Função emotiva. ...
  • Função conativa ou apelativa. ...
  • Função metalinguística. ...
  • Função fática.

Quais os tipos de linguagem de exemplos? ›

A linguagem verbal é aquela expressa através de palavras escritas ou faladas, ou seja, a linguagem verbalizada. Já a linguagem não verbal utiliza dos signos visuais para ser efetivada, por exemplo, as imagens nas placas e as cores na sinalização de trânsito. Vale ressaltar que ambas são modalidades comunicativas.

O que é uma linguagem informal exemplos? ›

Linguagem formal: Estou muito atrasado. Linguagem informal: Caramba! Tô muito atrasado. No exemplo acima, a linguagem informal é caracterizada pelo uso da gíria "caramba", e também é exemplo do uso de expressões utilizadas oralmente, como o "tô".

O que é linguagem culta exemplo? ›

A linguagem culta é aquela que segue o estipulado pelos dicionários e manuais de gramática. Nela as palavras devem ser articuladas corretamente, evitando-se abreviações e vícios de linguagem. Além disso, as concordâncias verbais e nominais devem ser feitas da maneira certa, não havendo espaço para adaptações e gírias.

O que é uma variação de registro? ›

Chamamos de registros as variações que ocorrem de acordo com o grau de formalismo existente em uma determinada situação: há situações em que a variedade padrão, ou norma culta, é a melhor opção, aquela que estabelecerá uma maior sintonia entre os interlocutores.

O que é variação situacional exemplos? ›

Variação estilística, diafásica ou situacional

Ela ocorre porque, em certas ocasiões, fala-se com registros mais formais e em outras utilizam-se informalidades. Por exemplo, quando estão em contato com amigos, as pessoas usam gírias, estrangeirismos e vícios de fala, como o famoso “tipo isso, tipo aquilo”.

O que é variação geográfica exemplos? ›

Trata-se da variação linguística relacionada à localização geográfica: diferentes cidades, estados ou regiões podem ter particularidades que vão desde o sotaque e o léxico às construções sintáticas. Quando essas diferenças são muito acentuadas entre as comunidades linguísticas, e seus falares são chamados de dialetos.

O que é variação linguística social exemplos? ›

São aquelas variações que ocorrem em virtude da convivência entre os grupos sociais. Como exemplo podemos citar a linguagem dos advogados, dos surfistas, da classe médica, entre outras.

O que são as variações linguísticas sociais? ›

Variação linguística social/cultural: é o tipo de linguagem utilizada por determinado grupo social, que por preferências, atividades e ou nível socioeconômico adota um linguajar próprio. Podemos exemplificar com os grupos de profissionais como advogados ou surfistas.

O que é uma variação lexical? ›

Existe variação lexical quando a mesma realidade é designada por vocábulos diferentes: por exemplo, os cogumelos são, em certas zonas de Portugal, designados de míscaros ou sanchas. As variações podem verificar-se, como se disse, de época para época, de local para local, de pessoa para pessoa, etc.

São exemplos de variação Diatópica? ›

As variações diatópicas, também chamadas de variações regionais ou geográficas, são variações que ocorrem de acordo com o local onde vivem os falantes, sofrendo sua influência.
...
Exemplos de variações diatópicas
  • aipim, mandioca, macaxeira;
  • abóbora, jerimum, moranga;
  • sacolé, dindim, geladinho.

O que significa a palavra Diatópico? ›

Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa

Ling Diz-se de uma característica linguística que se distribui em um dado espaço geográfico, como, por exemplo, as variantes regionais; geográfico, regional, espacial.

O que é uma variação linguística Diatópica? ›

Variação diatópica, é a variação caracterizada através das diferenças geográficas, ou seja, diferenças relacionadas ao espaço físico, como países, regiões, estados, cidades, zona rural, zona urbana.

Qual é a diferença entre a linguagem formal e informal? ›

A principal diferença entre a linguagem formal e a informal está na preocupação com as normas gramaticais (norma culta) da língua: na formal, precisamos respeitar o uso correto do português, utilizando um vocabulário claro e diversificado; já na informal, podemos usar gírias, abreviações, interjeições, palavras ...

Videos

1. 02 - Variantes Linguísticas
(Mateus)
2. VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS: Conceito e tipos [Profa. Jéssica]
(Querido Português)
3. VARIAÇÃO LINGUÍSTICA [Pablo Jamilk]
(Pablo Jamilk)
4. Variações Linguísticas - Brasil Escola
(Brasil Escola)
5. Variações Linguísticas.
(Gramática Sem Trauma)
6. Variantes linguísticas
(Mônica Matos)
Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Kareem Mueller DO

Last Updated: 01/12/2023

Views: 6060

Rating: 4.6 / 5 (46 voted)

Reviews: 85% of readers found this page helpful

Author information

Name: Kareem Mueller DO

Birthday: 1997-01-04

Address: Apt. 156 12935 Runolfsdottir Mission, Greenfort, MN 74384-6749

Phone: +16704982844747

Job: Corporate Administration Planner

Hobby: Mountain biking, Jewelry making, Stone skipping, Lacemaking, Knife making, Scrapbooking, Letterboxing

Introduction: My name is Kareem Mueller DO, I am a vivacious, super, thoughtful, excited, handsome, beautiful, combative person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.